terça-feira, 30 de abril de 2013

A Redundância de Jesus

Quem tem filhos ouvem o que poucos conseguem ouvir!

Todos conversam na sala, gargalhadas, voz alta.
De repente, uma mãe salta da cadeira 
e corre para o quarto dizendo:
"Acordou!".
Todos discordam e têm certeza de que choro algum foi ouvido. Logo aparece a mãe com o bebê chorão no colo. 
Ela ouviu, porque seu ouvido estava voltado para o filho.

Outra cena tão boa é a da criança descobrindo os primeiros sons da fala. Diz algo que ninguém entende. Todos se voltam para a mãe e perguntam: "O que ela disse?" 
Todos sabem que a mãe provavelmente entendeu a criança. Seus ouvidos têm a delicadeza de quem ama, 
de quem precisa por amor entender o filho.

O Pai fala a TODOS mas só alguns ouvem. 
Apenas os ouvidos que se convertem à voz do Pai descobrem que, bem mais que um milagreiro, Jesus é o próprio Deus, que, habitando entre nós, é a afirmação da nossa humanidade.

Por isso que Jesus recorre a uma aparente redundância no APOCALIPSE: "Quem tem ouvidos para ouvir, ouça". 
É possível ter ouvidos para não ouvir. 
Ouvidos indelicados, embrutecidos pelas nossas distrações.Precisamos orar como o salmista: 
"Abre os meus ouvidos".
Eugene Peterson sugere uma tradução mais dramática:
"Cava ouvidos em mim".

Um culto.
Um sermão.
Uma música.
Uma poesia.
Uma amizade.
Uma provisão.
Um acidente.
Uma beleza.
Um abraço.
Um susto.
Um sonho.

Deus cochichando aos nossos ouvidos seus sonhos de Amor.
OUÇAMOS!!!





Trecho do Livro: Salvos da perfeição

3 comentários:

  1. Lindo, perfeita reflexão para os nossos dias!!!

    Parabéns Fabi, que Deus te use a cada dia mais e mais com intrepidez e ousadia nos artigos!

    Grande abraço do amigo e irmão em Cristo,

    Pr Roberto Amorim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Shuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

      Excluir
  2. Paz irmã!

    não quiz mais manter meu link em sua lista de blogs?

    http://jonas-goncalves.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Olá,a paz!
Obrigado por comentar.
Volte depois e veja outros comentários feitos depois do seu.
Um abraço, A escriba do Rei

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...